Leblon

O post de hoje é sobre o bairro mais nobre da Cidade, o Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro. A Praia do Leblon, de quase 2 quilômetros, está situada na ponta oeste da Praia de Ipanema, separada pelo canal do Jardim de Alah, entre os Postos 10 e 11. Discretamente elegante e mais calmo do que Ipanema. O bairro  possui ótimos restaurante e cafés sofisticados, principalmente na Rua Dias Ferreira, além de boutiques requintadas.



 A deslumbrante Praia do Leblon e a vista para o Morro Dois Irmãos ao fundo durante o pôr do sol.

A história do Leblon
O nome Leblon, de origem recente, veio de um morador da região, Charles Leblon que possuía uma chácara. Em 1857, ele vendeu uma grande parte de sua propriedade a tabelião que a revendeu, em 1878, o negociante português José de Seixas Magalhães, que era muito progressista. Devido à sua simpatia com a causa abolicionista, José Magalhães permitia que suas terras abrigassem escravos fugidos, configurando-se como quilombos. Apesar de o tráfico de escravos ter sido abolido em 1830, a escravidão continuou a ser legal no Brasil até 1888.
No início do século XX, o Leblon era uma área que tinha apenas chácaras pequenas. Devido a sua localização no final da linha do bonde, que o ligava a Ipanema, o desenvolvimento aqui foi mais lento em comparação com o bairro vizinho. Por este motivo, o local possui até hoje um ambiente aconchegante e residencial, sobretudo nas ruas transversais. O Leblon é uma das áreas residenciais mais cobiçadas, onde ainda existem muitas casas, prédios pequenos, de três a quatro andares, e outros de muitos andares e de grande sofisticação.

A famosa Avenida do Leblon
A Avenida Niemeyer começa no final da Praia. Originalmente construída para uma estrada de ferro, a via liga  o bairro do Leblon ao de São Conrado. Foram trinta anos para completar o projeto, escavando a encosta do penhasco até terminá-lo em 1916. Entre 1933 e 1954, a avenida foi palco de corridas de automóveis nos seus 11 quilômetros de extensão. Hoje é um dos acessos à Zona Oeste. Muito movimentada, a avenida está sobre o mar aberto e oferece ótimas vistas; porém evite parar o carro para tirar fotos, pois esta estrada é de mão dupla e super movimentada.

Praia do Leblon
A Praia do Leblon é bem mais discreta e calma do que a Praia de Ipanema, talvez devido à densidade populacional mais em baixa. Durante as manhãs é possível ver as babás se acomodarem na areia no Baixo Bebê, uma área definida especificamente para crianças. Localizado entre o Posto 11 e 12, em frente à Rua General Venâncio Flores (mais próximo do Posto 11), as areias aqui são mantidas limpas durante todo o dia e há serviço dedicados aos bebês.


Na foto acima, por dentro da Praia do Leblon, no cair da tarde.

Há um fraldário e brinquedos como escorregadores e castelos infláveis para as crianças menores. Se estiver viajando com os filhos pequenos, é um ótimo espaço para passar algumas horas horas debaixo de um guarda-sol, que pode ser alugado no local. Assim como nas outras praias, você pode comprar bebidas geladas e lanches.



Na foto acima, o calçadão da praia, a ciclovia e o tráfego da Avenida Delfim Moreira. A avenida é o ponto mais nobre, cobiçado e valorizado do bairro e da cidade. Ao fundo você pode ver o Morro Dois Irmãos. No final da Praia do Leblon, fica situado o Mirante.

Morro Dois Irmãos
Este enorme morro deve seu nome a sua característica de pico duplo. Um dos cartões postais do Rio de Janeiro é a imagem do Morro Dois Irmãos tendo o pôr do sol ao fundo, com as Praias do Leblon e Ipanema em primeiro plano. Na subida da Avenida Niemeyer encontra-se o Mirante do Leblon que tem uma ótima vista das formações rochosas junto ao mirante, tendo ao fundo as praias do Leblon e Ipanema, e na extremidade oposta a Pedra do Arpoador. Também pode apreciar a vista do mirante do Leblon quando as águas estão agitadas. Separe um tempo para curtir o local, acompanhado de uma água de cocô.


O Parque do Penhasco Dois Irmãos, rua de acesso íngreme e pavimentada, faz parte do Morro Dois Irmãos e é um ótimo lugar para relaxar. É uma extensa área com vegetação natural que possui playground, campo de futebol e mais quatro mirantes, onde se tem uma vista das Praias do Leblon e Ipanema, assim como da Lagoa Rodrigo de Freitas, com as montanhas ao fundo.

Espero que tenham gostado do post sobre o bairro mais valorizado do Rio de Janeiro, o bairro do Leblon, Zona Sul da Cidade. Até o próximo post.

Fonte: Guia Verde Michelin - Rio de Janeiro.
Curta a fanpage no Facebook: https://www.facebook.com/riodejaneirocitytour

Comentários

Posts mais acessados