Confeitaria Colombo

Uma das tradicionais e históricas a Confeitaria Colombo foi fundada em 1894 por imigrantes portugueses Joaquim Borges de Meirelles e Manoel  José Lebrão, este último criador celebre da frase "o cliente sempre tem razão." Tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Rio de Janeiro, a Casa ultrapassou a barreira do centenário, continuando a sua trajetória de tradição, boa comida e bons serviços, funcionando com uns dos pontos culturais e turísticos do Rio de Janeiro.
A Confeitaria Colombo se tornou em uma casa de chá e restaurante, uma verdadeira instituição local.  Hoje ela lembra o tempo em que era moda ir tomar um chá no Centro.
O visual dela é o mesmo desde de 1913 e dá ao lugar uma atmosfera Art Nouveau, que encanta os cariocas e visitantes. O interior sofisticado da Confeitaria Colombo possui um mezanino, um vitral como claraboia e janelas com caixilhos de jacarandá brasileiro, no estilo Luíz XV. Os monumentais espelhos belgas, o chão de ladrilho com desenhos delicados, as mesas com pés em ferro fundido com tampo de mármore e as cadeiras de palha, tudo contribui para a criação de um ambiente aconchegante  que leva o visitante ao passado.
 Foi ponto de encontro de escritores, artistas brasileiros, trabalho e boemia de políticos, jornalistas, poetas, literários. Serviu banquete a visitantes ilustre como o Rei Alberto da Bélgica, em 1920, e a Rainha Elizabeth II, em 1968. Também foi palco para rodas, sendo a mais famosa a dos intelectuais, da qual fazia parte o Olavo Bilac. Quase todos os presidentes marcaram presença na roda dos políticos, entre eles Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek. Políticos também Carlos Lacerda e Negrão de Lima frequentaram a Confeitaria Colombo.

A Confeitaria Colombo do Centro possui cinco restaurantes: Cabral, Cristóvão, Espaço Memória, Bar Jardim e Bilac.


Foto: Confeitaria Colombo
Restaurante Cabral

A Confeitaria Colombo criou em 2005 no mezanino do edifício centenário. Foi restaurado mantendo dércor Art Nouveau da Confeitaria: espelhos, mármores,
 piso e mobiliário em jacarandá.
Horário de funcionamento: de segunda a sexta - das 11:45 às 14:45h 
Capacidade: 62 pessoas


Foto: Confeitaria Colombo
Restaurante Cristóvão

Situado no segundo andar da Confeitaria Colombo, o Restaurante Cristóvão atende os mais exigentes paladares. Assim como o descobridor das Américas, a inspiração vem do além-mar, integrando as culinárias portuguesas e espanholas. 
                                     Horário de funcionamento: segunda a sábado - de 11:30 às  16h  Capacidade: 180 pessoas.


Foto: Confeitaria Colombo
Espaço Memória

Um espaço dedicado a história da Confeitaria Colombo, onde ficam expostos projetos, louças e cristais originais, assim como embalagens que fizeram
 história da Confeitaria Colombo.
Neste espaço exclusivo podem ser realizados pequenos eventos, café da manhã e 
almoços privativos. O ambiente comporta até 40 pessoas.
Horário de Funcionamento: 8h às 18h - todos os dias.


Foto: Confeitaria Colombo
Bar Jardim

É o lugar para fazer lanche sobre as charmosas  mesas do início do século passado.
Música ambiente, garçons atenciosos e cardápio. O cenário perfeito para 
o lanche ficar mais saboroso.
Horário de funcionamento: Lanche e chá - servido o dia todo.
Capacidade: 150 pessoas.

Foto: Confeitaria Colombo
Restaurante Bilac

Foi em homenagem a Olavo Bilac, frequentador assíduo da Confeitaria Colombo. 
O restaurante conta com um ambiente exclusivo e agradável. Este é o
restaurante da Colombo para os clientes que procuram uma refeição
mais rápida sem abrir mão da qualidade e sabor.


A Confeitaria Colombo fica situado na Rua Gonçalves Dias, 32, Centro.

Atualmente, a Confeitaria Colombo possui uma filial no Forte de Copacabana, o Restaurante Café do Forte. Localizado dentro do Forte de Copacabana, o Café do Forte fica de frente para um dos cartões postais mais famosos do Rio de Janeiro, a Praia de Copacabana. O cenário perfeito para tornar o lanche especial e inesquecível. A perfeita tradução de qualidade e sofisticação.  

Endereço: Praça Coronel Eugênio Franco, número 1, Posto 6, Copacabana.
Horário de funcionamento: Terça-Feira a domingo, das 10 às 20h.


Recepção


Por dentro do Café do Forte


Sobremesa: Delícia de Nozes

Para ir até o Café do Forte é preciso pagar a entrada do Forte de Copacabana no valor de R$ 6,00 (seis reais). Forma de pagamento: Dinheiro.


Entrada do Forte de Copacabana



O canhão é dentro do Forte de Copacabana

Comentários

Posts mais acessados