Parque Lage

O Post de hoje é sobre o Parque Lage no bairro do Jardim Botânico, zona sul da cidade do Rio de Janeiro. O Parque Lage é ideal para passear com a família e curtir a exuberante natureza que há no local e uma vista para o Morro do Corcovado (link a seguir sobre o Corcovado: https://riodejaneirocitytour.blogspot.com.br/2016/11/corcovado-e-cristo-redentor.html).



O Parque Lage com a sua densa vegetação com muitas plantas, flores, árvores.


O Parque Lage na base do Morro do Corcovado.

O Parque Lage é próximo ao bairro da Lagoa, andando a pé, você pode entrar numa das transversais das ruas do Jardim Botânico.

A História do Parque Lage
A história do local do Parque Lage vem do século XVI, quando foi engenho de cana de açúcar, no século XIX chácara de nobre inglês, e no século XX residência de um milionário casado com uma cantora de ópera, onde mesmo ergueu um palacete.
Em 1920, o rico empresário Henrique Lage neto de Antonio Martins Lage conseguiu comprar novamente a propriedade de sua família.
Henrique Lage era um empresário rico e amante das artes, tendo se casado com a cantora lírica italiana, chamada Gabriela Beanzoni. No local da chácara, em 1927 decidiu erguer um palacete com inspiração romana, seguindo o gosto da artista e cantora de ópera. Existem divergências entre as datas de construção. Uns dizem que o projeto foi de 1920 e outros dizem que o projeto foi em 1927.
A imponente construção que marca o local se encontra como foi construída por Henrique Lage sendo mais conhecida como Palacete do Parque Lage.


O palacete construído em estilo romano, se desenvolveu em torno da piscina central com elementos em mármores, azulejos e ladrilhos italianos.

Jardins e Floresta
Com suas altas árvores compostas por caules e formas diversificadas, formando uma densa vegetação com muitas plantas e flores entre as mesmas, os jardins do Parque Lage remetem à floresta encantada. Passeando pelas vielas sinuosas e pitorescas, em algumas partes encontramos até mesmo construções fantasiosas e românticas.


A densa floresta do Parque Lage.

Jardim Clássico ou Jardim Francês
Outras partes do parque como em frente à mansão ou palacete ganharam um grande jardim geométrico ou racionalista todo o gramado todo gramado como um chafariz ao centro. Esta foi uma das modificações feitas na época da construção do palacete, por volta de 1920-27. O projeto das partes modificadas dos jardins, também couberam ao mesmo arquiteto que projetou o palacete.
Um claro exemplo deste tipo de jardim clássico também chamado de jardim francês pode ser visto na Praça Paris, no bairro da Glória, próximo ao centro do Rio. A Praça Paris foi projetada por outro arquiteto e paisagista.


Jardim francês em frente à mansão.

Elementos construídos do Jardim Romântico ou Jardim Inglês
Entre os elementos cuja a autoria se atribui ao paisagista John Tindale que projetou os jardins na metade do século XIX, estão  muitas peças e pequenas construções fantasiosas como grutas, pequenos lagos, pontes e uma torre com passadiço, simulando um castelinho. A casa do aquário é também atribuída ao paisagista inglês.

Últimas modificações no projeto paisagístico 
Parte do antigo paisagístico foi reformulado na época da construção do palacete na década de 1920, pelo mesmo arquiteto Mario Vodret que projetou a nobre mansão.
A entrada e saída da propriedade possui dois portões que se abrem para a Rua Jardim Botânico, abrindo passagem para duas vias pavimentadas em pedras que seguem em direção ao palacete. Estes dois caminhos são margeados por alas de belas e imponentes palmeiras.


As palmeiras imperiais do Parque Lage.

Palacete em estilo Eclético e Romano
O Palacete do Parque Lage foi residência de um casal formado por um rico empresário brasileiro e uma cantora de ópera italiano. O palacete possui um pátio interno com piscina ao centro e um terraço aberto sobre o mesmo e local para apresentações da cantora em dias de festa. Era um tempo distante, quando fazia parte da vida social da aristocracia as festa em salões, reuniões e saraus.

A construção do Palacete
A ampla área e chácara onde foi construído o Palacete, local que atualmente é um parque e reserva florestal, já havia tido vários proprietários desde o século XVI.
Henrique Lage, tendo se tornado proprietário da chácara na década de 1920. E decidiu construir um palacete em estilo romano do gosto da sua esposa a cantora italiana de ópera  Gabriela Beanzoni.
O palacete foi projetado pelo arquiteto italiano Mario Vodret em 1927. Visto de frente tem um caráter eclético e vários componentes de estilos na fachada de disposição simétrica com elementos inclusive neoclássicos.
A fachada principal do palacete possui pórtico saliente com acesso por escada e por veículos pelas laterais. Tanto o pórtico como a fachada possuem trabalhos de revestimentos em cantaria.


Parte da fachada com acesso por escada.


O Palacete em estilo romano.


Jardim francês em frente ao palacete com a base do Morro do Corcovado ao fundo.

A Escola de Artes Visuais fica situado dentro do Parque Lage. No link a seguir contêm todas as informações sobre a escola, cursos, inscrições, projetos especiais. http://eavparquelage.rj.gov.br/

O endereço do Parque Lage é Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico. 
Horário de funcionamento: Diariamente das 8h às 17h.
Preço: Entrada Gratuita.
Caso opte utilizar o transporte público - de ônibus pegue qualquer um que passe na Rua Jardim Botânico. E de metrô comprar o bilhete Metrô na Superfície descer na Estação Botafogo + o ônibus Metrô Na Superfície sentido Gávea + Acesso São Clemente A + Jardim Botânico. Os ônibus do Metrô da Superfície tem pontos marcados para embarcar e desembarcar. Se for pegar o ônibus do Metrô Rio no ponto de saída da estação de Botafogo, é a quarta estação. E se pegar o ônibus fora da Estação de Botafogo,  descer na Estação Hospital da Lagoa. (link: https://www.metrorio.com.br/NavegueRio/PontosTuristicosInterna?p_ponto=31)
  Mais informações no link do Metrô Rio a seguir: https://www.metrorio.com.br/Content/imagens/mapas/mapa-cartografico.pdf
A tarifa do Metrô Rio custa  R$ 4,10 unitário.



Espero que tenham gostado! Até o próximo post sobre o Rio de Janeiro!


Comentários

Posts mais acessados